Uncategorized

Mae e filha

Big Tits

Mae e filha
Sou uma menina de 16 anos e vivo com a minha mãe, que ficou viúva, do meu pai, há muitos anos.
Temos vivido sempre na casa que o meu pai nos deixou. A minha mãe nunca mais quis nenhum homem. Sempre nos apoiamos uma à outra, sempre esteve comigo, quando eu precisava ela foi minha mãe, meu pai, minha amiga e agora é minha amante. A minha mãe ensinou-me tudo.
A minha mãe vai acompanha-me em tudo e há uns dias atrás, foi comigo ver um concerto de uma banda muito famosa. As minhas amigas aproveitaram e foram comigo. A minha mãe tomava conta de nós, éramos 4, e depois do concerto convencemos a minha mãe a ir connosco a uma esplanada beber um copo, ela alinhou o que nos deixou feliz. Na verdade ela aproveitou para descansar um pouco, pois estava muito cansada de tanto saltar. Ela está em grande forma para os seus 41 anos 1,72m, pesa 60kg e veste 38 de soutien copa c. É loira e de cabelo comprido.
Depois de bebermos uma cerveja fomos todas para casa, mas antes deixamos as minhas amigas no caminho. Apesar de cansada e como estava a dar a reportagem na tv sobre o concerto, a minha mãe deitou-se no sofá da sala, na chaise long enquanto eu me fui mudar de roupa e lavar os dentes.
Quanto cheguei à sala ela tinha adormecido com o comando na mão, fiquei a olhar para ela, estava linda, descontraída. A mini-saia dela tinha subido, era possível ver as suas cuecas tanga brancas. A sua mão, sobre as virilhas dava-lhe um tom de erotismo que me deixou perturbada. Na verdade fiquei a olhar longos minutos para a sua cona, e a imaginar se seria ou não depilada, se os pequenos lábios seriam ou não visíveis. Na verdade apesar de sermos duas mulheres mãe e filha nunca me lembrava de a ter visto nua, embora eu lhe tratasse e arrumasse a roupa, nunca lhe tinha visto o corpo despido.
Nos últimos tempos confesso que tenho andado curiosa sobre ela e sobre o corpo dela. Na verdade tenho tido a libido um pouco em alta, talvez seja do calor, mas tenho-me masturbado todos os dias e muitas vezes chego a casa tão húmida que tenho de ir a correr para o meu quarto acalmar a minha cona. Ando tão húmida que tenho trocado de cuecas quase todos os dias na escola.
Há uns dias quando arrumava a roupa suja peguei numas cuecas dela, eram brancas de algodão, mas ainda estavam quentes e a humidade era recente, parecia que ela as tinha acabado de tirar. Na verdade eu tinha acabado de chegar a casa e não estava ninguém, a minha mãe tinha saído para umas compras e entretanto estaria de volta. Na altura aproximei as cuecas do meu nariz e aquele cheiro deixou-me excitada, era um aroma doce mas forte, alem do perfume dela sentia um cheiro parecido com o que fica nos meus dedos depois de eu me tocar. Voltei a pousar as cuecas no cesto e levei-as com a restante roupa para a lavandaria.
Depois deste dia passei a lamber os meus dedos enquanto me masturbava, comecei a apreciar com muito prazer esse sumo. Nessa semana tinha-me tocado todos os dias pelo menos duas vezes, uma quando chegava da escola e outra quando me deitava. Na passada 3º feira cheguei mesmo a ir ao WC aliviar, pois estava muito excitada.
A minha mãe ali deitada e o desejo de lhe tocar a aumentar em mim, mordia o lábio enquanto olhava para ela. Resolvo abrir a cama e preparar tudo para a meter na cama.
Já com a cama aberta e a luz da mesinha de cabeceira acesa, sigo com o meu babydol para a sala. Tiro-lhe o comando da mão e ponho braços dela em volta do meu pescoço, enquanto os meus braços em volta dela tentam levanta-la.
Consigo levanta-la, seguindo em direcção ao quarto vamos cambaleando. A minha mãe está perdida de sono mas ajuda e acaba sentando-se na beira da cama.
Ela fica sentada e pede-me para lhe tirar a roupa, eu acabo de lhe tirar a roupa toda e totalmente despida procuro a camisa de dormir dela. Não consigo deixar de olhar para o seu corpo, ela tem umas mamas muito bonitas e está totalmente depilada, fico ainda com mais tesão. Visto-lhe a camisa de dormir e quando estou quase a por-lhe os pés em cima da cama ela diz que quer fazer xixi. Pede-me ajuda para ira ao WC, acompanho-a ajudo a sentar-se. Escuto o seu mijo a cair o que me deixa à beira da loucura, e com um enorme desejo de mijar também, quase me sento ao colo dela virada para ela e mijar assim em cima das pernas dela.
Desenrolo o papel higiénico e quando estou a limpar-lhe a cona, sinto uma descarga de desejo, e começo a acariciar a cona dela. Ela inicialmente não reage mas depois começa a gemer. Eu continuo a acariciar, deixo cair o papel na sanita e agora acaricio a cona dela com os meus dedos. Ela começa a gemer, e abre os olhos, abraça-me e diz:
-Querida continua eu preciso!
Continuo a acaricia-la, no grelo na cona e com a outra mão que previamente molhei no sumo da cona meto-lhe um dedo bem fundo no cu. Ela começa a vir-se na minha mão e agarrou-se ao meu pescoço beijando-me.
Eu sentei-me então ao colo dela e comecei também a beija-la, explorávamos a nossa boca quando sinto a mão da minha mãe a acariciar-me o grelo, abraçada a ela, ela aproveita para meter o mamilo que saira do meu babydoll. Eu muito excitada e aflita para mijar acabo mijando nas pernas dela e tenho logo de seguida um orgasmo.
Estamos molhadas no nosso mijo mas felizes por nos termos encontrado as duas.
A minha mãe levanta-se continuando a beijar-me. Tira-me a roupa e abre o duche a sob a agua tépida que corre tomamos banho, beijamos-nos esfrego a minha coxa na cona dela. Ela vai-me esfregando o corpo e quando acabamos de nos lavar ela seca-me como quando era bebe.
Eu retribuo, vou subindo e descendo o corpo dela com a toalha embrulhamos o cabelo em duas toalhas se seguimos para a cama, deitadas nuas sobre as almofadas a minha mãe abraça-me, deita-me sobre as pernas dela de encontro ao seu peito. Está com um brilho nos olhos, arranja a mama para eu me encostar e eu aproveito para meter o mamilo à boca, ela com os dedos faz a pressão sobre a mama como se fosse para eu mamar. Eu coloco a minha mão livre sobre a outra mama e aperto-lhe os mamilos. Sinto-me confortável tal como a minha mãe.
Acabamos ambas por adormecer assim.
(a continuar)

Bir cevap yazın

E-posta hesabınız yayımlanmayacak. Gerekli alanlar * ile işaretlenmişlerdir

antep escort izmir escort tuzla escort